! Cotchabamba !

. Melhor que Manhatchian .

Índia, seus cabelos. Joel Coiffeur julho 2, 2010

Filed under: dá um post — Sofia @ 1:15 am

Esse post é para a posteridade. Pra eu nunca esquecer o tanto que já sofri nessa vida.

Eu tenho um trauma,sabe. Eu fico agindo como se tudo estivesse bem…mas não está. Desde que eu nasci, esse problema me persegue. Meu cabelo.

Quando eu ainda freqüentava o maternal, mamãe – q nunca teve talento,né – fazia um rabo de cavalo de LADO. O trem já não era bom e ela fazia isso. blz. (aí hj ela reclama q eu não tenho namorado. Significa). 

Aí, quando eu tinha 10 anos, ela me levou ao Joel e falou assim: “Joel, vê aí q q c consegue fazer.”. Entendi. Ele não conseguiu nada,né, pq naquela época progressiva era só no Japão. Isso sem contar os cortes modernos q eram feitos nessa minha pequenagrande cabeça. Blz.

Uns tempos depois, eu cansei de não ter um cabelo solto digno de sair na rua. Comecei aí minha peregrinação. Tava indo bem. Aí um dia, mamãe DECIDE que shampoo normal dá câncer. Ah tá. Vamo lavar cabelo com o quê, mãe? Com sabão de côco e shampoo neutro. Entendi. Ótimo investimento. Claro q os menininhos não olhavam pra mim nessa época. triste. Aí, qndo ela percebe q essa escolha foi complicada, ela resolve voltar à vida normal. Vai e compra AQUAMARINE. juropordeus. até outro dia ela comprou. Num aprende não.

Aí, adolescência vai, adolescência vem… Resolvo, por motivos econômicos, mudar de cabeleireira e entregar minhas madeixas aos cuidados de uma estranha, sob recomendação da minha irmã. Já devia ter achado q não ia prestar. Claro q ferrou tudo. A pessoa esturricou meu cabelo. Ele caiu. E me dava desespero passar a mão e sentir meus cabelinhos crescendo. blz. a gente supera.

Um dia, tô em casa, me recuperando de todos os traumas supracitados  – capaz – , minha saudosa e maldosa tia q sempre me colocou PRA CIMA passa a mão na minha cabeça e diz: “com um cabelo desses c nunca vai arranjar um namorado”. entendi. que Deus a tenha.

Aí, eu resolvo voltar pro joel. e foi aí meu acerto. Td bem q perdi vários pretendentes ao sair na rua com o cabelo-que-não-podia-lavar-por-cinco-dias e q gastei forturnas, mas valeu a pena. Mto melhor ficar parecida com um cachorro pós-tosa. Mto mais digno. ô. mas dá 4 meses do procedimento feito, a raiz já mostra de onde é q eu vim,né.

Aí, no dia do meu baile, Joel não pôde me atender. Tive que ir a outra aí. sempre foi boa, mas,ne. Joel é Joel. E enquanto ela me enfeita com aquele maravilhoso rabo, ela diz: Menina, q q c fez com seu cabelo q ele quietou?

Pois é. Só encontro gente q me coloca pra cima e q faz eu me sentir bonita.

Hj, retornei ao Joel e finalmente vou  poder usar cabelo solto de novo. Não tenho foto de hj, mas a abaixo é bem ilustrativa e real. Bjo, vamobatercabelonabuatchy