! Cotchabamba !

. Melhor que Manhatchian .

Beba Cotchabamba 2 junho 21, 2010

Filed under: dá um post,ficadica — ritoca @ 4:49 pm

Só mais alguns comentários sobre o samba: tá certo que há coisas que o dinheiro não paga – conhecer o amigo do primeiro-ministro de Grenada é uma delas -, mas por que mesmo que todo mundo tava achando que era rico? Assim, nada contra a peregrinação alcoólatra por estabelecimentos belorizontinos, mas QUATRO em uma noite talvez seja um pouco demais para o meu bolso – lembrando que eu não estou doente e por isso não tenho um cartão com vale-refeição infinito, neam? Mas fomos todos na vibe não-sou-eu-quem-me-navega-quem-me-navega-é-o-mar que Jardim muito sabiamente inspirou e até na Praça do Papa fomos parar. Eu acho bom. Já tô me despedindo da cidade mesmo, então é bom que dou tchau pra tudo. Outra coisa: Sofia quebrando paradigmas! hahaha Acho digno. E ainda de quebra arrumou uma casa de praia no CARIBE pra galera! hahaha ORGULHO. Triste foi só a falta de nossas convivas. Como fazem falta! O brinde com nosso drink COTCHABAMBA teria sido muito mais legal, e faria muito mais sentido também, com todas nós juntas, pessoal. Já ia aqui convocando uma noite regada a Cotchabamba em Sabará, mas ficadica de que na busca pela receita do tal drink no Google, um dos cinco resultados direciona para um blog chamado SAFADASUBURBANA.blogspot.com. ANRAM. Isso diz muito sobre nós?

 

Beba Cotchabamba.

Filed under: Sem categoria — Sofia @ 3:02 am

Oi, Pessoal!

Olha, nossa vida não tá fácil. Rita tá sendo explorada no  trabalho. Sandra tá lá salvando grandes empresas. Gabi tá lá lutando contra tosse. Bela é quase uma mãe de família. Bruna tá nostálgica e voltou pra vida do vestibular. Thaís tá na Europa aprontando muitas travessuras. E eu? Eu beijo gays e leio livros ruins.

Diante de tal conjuntura e, não obstante a baixa da maioria, eu, Rita e Sandra resolvemos cuidar pela chama acesa dessa paixão que nos une. Como faremos isso? Vamo pro samba! Claro. Sempre bom. Chama o Xande – cacofoniaquemcurte – e toda a patota e vamo lá fazer um programa hetero, light e digno. Achei mto apropriado, já que nessa mesma semana mamãe me alertou sobre meu envolvimento com um renca de meio-homem (sou feliz assim, tá? mais satisfeita estou do que mto casal fake por aí. quédizê.).

As melhores noites são aquelas que não guardam qualquer tipo de pretensão.

Daí, depois de mta bobagem dita na mesa daquele bar que parece q se tornou nosso, vamo pro samba,gente. vamo. Sandra anuncia: “hj quero beber demais”. Isso deveria ter sido um sinal. e alimentadazinha de lombo, batatinha e mto camarão, zé da guiomar, tô chegando na Cohab. Galera me faz pagar R$ 20,00 de ENTRADA,sabe. Mas blz. as companhias tão ótimas. “Gente, eu vou pedir uma Pepsi pq não gosto de beber em samba.”. Aham. Alguém dá a brilhante idéia da tequila e, como eu sou pouco influenciável, comecei aí a minha peregrinação. “Que birosca é essa que não tem mojito?”. Ah tá. Mas tem Bolshoi. Me vê um. opatôbebada e , de repente, depois de salvar um dos nossos amigos da fúria feminina, minha cartela some e só sobram eu e o amigo do 1º Ministro de Grenada. Vamo dançar, gente. EIS QUE minhas companheiras retornam da saída estratégica com um copo. um copo,gente. dentro dele tinha a bebida mágica. parecia de ouro pq brilhava. poção do amor. o nome? COTCHABAMBA. é isso mesmo,gente, a galera tá bebendo a gente por aí. somos o veneno, o alívio, o refúgio, o acalanto de vários corações dessa cidade. E depois de Cicatrizes, margarita, cervejas mil, drinks, Jardim bêbado-fingindo-estar-mais-bêbado, Cadu saindo e voltando DO NADA e de toda aquela interação que vcs já sabem, as luzes se acendem e OPS, TÁ MTO CEDO – 02:00h. Ah não,gente. vamo prum outro lugar. Aham. Miriane dá a brilhante idéia: vamo prum motel. Idéia essa corroborada por todos. Aparentemente. Pq depois de toda uma logística exposta, de toda uma dança planejada, galera aborta o plano e,né, FRUSTRAÇÃO. blz. a gente melhora de vida qndo for passar o Reveillon no Caribe, Sandra.

Por fim, naquele FRIODEMEUDEUS, fomos pro Chopp da Fábrica e lá…Ai, Deus. XANDECADE. não curti sua ausência, ainda que por um bem maior. Mas,né. Comida pra Sandra, brigada. Bebida pra nós, brigada. Cadu cisma com a idéia do pôr-do-sol e, depois de horas, vamos. embora? NÃO. vamo pra Praça do Papa. Entendi. Nada mais tenho a dizer pq, né, isso pode dizer mto sobre mim. Só digo que eu sou hetero e gosto TAMBÉM de heteros. esparroagentevêporaqui.

Olha, eu gostaria mto de atualizar vcs de outros acontecimentos ou até msm de detalhes dos acima descritos, soquenao, já que fui alertada dia desses: familiares lêem isso aqui. Acho digno.

No mais, digo que morro de saudade de todas nós juntas. Evento raro. e faço um apelo: Thaís, ESCREVA UM POST, PELAMOOOOR. sobre os belos rostos, sobre comida, sobre como estourar cartão de crédito e sobre MÉDICOS. esse assunto mto me interessa.

No mais, VUVUZELAAAAAAAAAAAASNELES. uma beija pra vcs.