! Cotchabamba !

. Melhor que Manhatchian .

Up! maio 23, 2010

Filed under: dá um post — Sofia @ 9:29 pm

Não. Não falo daquela animação bonitinha sobre o velhinho, sua velhinha e a casinha. Vim pra falar da Up, aquele m² que fica ali na Getúlio Vargas, na alta Savassi.

Ontem, eu já não acordei bem,sabe. Uma dor de cabeça difícil de lidar. As meninas na pilha pra sair e eu pensei “por que não?”. Coloquei uma roupa de frio, porque, né, essa cidade é praticamente a Europa. Dor de cabeça persistente. Chego ao O Bar e a noite finalmente começa. Moço, traz uma Coca-Cola porque hoje cerveja não desce. Moço, me vê um Sprite porque o estômago não tá bom. É. E as demais curtindo uma cevada porque é isso que faz um sábado à noite parecer mais divertido. Daí, o Rafa avisa que a Up tá bombando, e já que a gente descartou o samba e a reinauguração da amada Velvet, vamo,né? Afinal de contas, como não ter diversão com uma festa que tem Lady Gaga no meio? Pois é. Vamo,gente. Pegamos o taxi, sandra já anunciando que poderia estar bêbada, eu quase dormindo e é isso aí.

Daí, lá pelas tantas, vamos, né? Diversão já na fila, “oi, gui”, “oi, moço último da fila”, e ao som de Bad Romance e da interpretação da Sandra na escada, minha comanda é preparada e a gente já se anima pelo resto da noite.

Aí, a gente entra. Perdi 70% da água do meu corpo simplesmente existindo naquele lugar (e com roupa de frio, frise-se). E, de repente, Fábio Jr, Mário, Cast, Rafa e toda a população da Caramelo dançando, pulando, quicando e divindo um lugar q é 1/3 da amada Velvet. O DJ nos conquistou com Rosana, J Lo, Britnéya dos nossos tempos, Mambo nº 5, Glee (L), entre outros. Muitas performances, zero álcool, pole dance, muita pegação – não nossa -, parede suada e água,água,água escorrendo pelos nossos bronzeados e loiros corpos. Chega uma hora que não dá mais,né. Vamo pagar,gente. Vamo embora. Tô com fome, quero um Mc Chicken, por favor. Tá. e o FRIO que tava fazendo do lado de fora…nada direi. Se eu comi meu Mc? não. Esperei meu motorista por meia hora e não comi. Na verdade, participei “marromenos” de uma discussão acerca do quê nossas saídas nos acrescentam. Pra mim, sinceridade,elas dão história pra contar. E me tira caloria. Mas eu acho que sou a única que pensa assim. Agora, CLARO que eu vou me divertir muito com a meta- Swingers pq,né, sou dotada de um admirável mimetismo. Velvet, te perdôo por te traíres. Mas que isso não se repita!

No mais, vcs me perdoem a falta de humor, sarcasmo, ironia e tudo mais do post. Acordei totalmente down.

 

o que mais, pessoal? maio 16, 2010

Filed under: 1,dá um post — ritoca @ 5:10 pm

Seguindo a tradição errada de só usar isso aqui como lugar de comentários da noite passada, bora lá falar do aniversário da integrante mais pop de nosso Cotcha, claro que só posso estar falando de Sofia, a.k.a. Charlene, Horácio’s Hands, mais carinhosamente Sofizinha, Soft, Sofs, Crô, Sossô, a mineira mais carioca-no-bom-sentido do nosso coração. Isso tudo pra expandir um pouco mais o post, pois, como a maioria já sabe, a autora aqui ficou alcoolicamente inconsciente parte do tempo. Então, só quero parabenizar mesmo a aniversariante, não pelo aniversário, mas pelo carisma, afinal, reunir tanta gente não é fácil – e talvez não seja motivo de parabéns, mas ok. E, assim, mesa mais heterogênea não era fácil de achar em BH – ok, talvez hetero não seja o prefixo certo, mas, opa, aqui é todo mundo amigo e a conta não vai dar problema – vibe só possivelmente presente em causas de Sofia. Noite animada, aniversariante saltitando de lá para cá em todos os cantos da mesa, enganando geral que tava gostando da festa, e, entre um choro de um lado e tequilas de outro, galerê foi ficando bêbada, simpática to each other (ou não) e em pé, porque mesa pra 20 pessoas realmente não comporta 40, gente, que absurdo. E, no final, vamo todo mundo, inclusive os erroneamente listrados e/ou indevidamente convidados, pra Velvet, pessoal? Vamos? Não. Só os seletamente selecionados pra lista, certo? Não também. Mas eu fui e os outros que importam também. E, ao som de Tik Tok, porque a gente quebra tudo meeeeermo, pessoal resolve beber mais. Mais tequila, mais drinks coloridos e mais cerveja, pra não misturar, porque isso que faz a gente passar mal e perder a consciência… anram. E então faltaram poles pro dancing de algumas e sobraram pretendentes pra outras, enquanto outra dormia fragil e vergonhosamente em um canto doce da nossa querida Velvetchy, ambiente propício pra todas as nossas vontades e absurdos, como já dizia Tatazinha. Ao raiar do dia, McDonalds fechados, bolsas encervejadas, casais feitos e quase desfeitos, o sono sempre nos espera, obrigada, vamos em paz, prontas pra próxima que já já vem aí.

Beijos e vamos diversificar a tradição?