! Cotchabamba !

. Melhor que Manhatchian .

Venha,2010,venha! dezembro 28, 2009

Filed under: Top — Sofia @ 1:40 am

Cotchas do meu BRASIL!
Dôsmilenueve ACABOU. BRIGADA! Devia ter acabado em 5 min, tal qual foi com nosso baile, masok,não se pode ter tudo na vida!
Foi um ano fudido, de mta frustração acadêmica, profissional E amorosa,sóquenão. Foi bom demais  ter vcs assim nessa minha vidinha.Monografia e afins atrapalharam nossa convivência, mas 2010 tá aí pra gente sijogar nos programas de desempregadas,pobres,jovens,magras, loiras e lindas!
Gostaria mto de fazer uma Retrospectiva 2009,mas não vai ser possível, dada a impossibilidade de publicação dos maiores eventos do ano. mas ok, sempre teremos Sabará pra guardar nossos mais perversos e calientes segredos. ui!
Digo-lhes que nosso ano promete.Ficaremos noivas, ricas e nos casaremos.ok. mentira. bate na madeira. mas né. espero que encontremos um novo lugar Travessa-fake pra chamarmos de nosso e que seja barato.pq,né. e q tenhamos sempre uma tequilinha pra que sejamos mto felizes. se bem que, abrindo mão do meu mau humor sempre tão ventilado, eu vos digo: me bastam vcs pra eu ser feliz! uhuuuuuuuuuuu e nossos agregados tb,né, pq sem eles nada somos!(ok, sobrevivemos facilmente sem eles, mas é mto amor que rola, entao:VENHAM,BAIANOS!)

E coração bandido, aguardamos vc do nosso ladinho,sendo vc, com esse jeitinho encantador e barango.

Meus amores, cs são azamigas que eu pedi a DEUS.ok, nunca pedi amigas pra Deus, mas ele mandou e eu aceito de mto bom grado!Feliz Ano Novo,cotchas.o poder de Cristo nos uniu. fim.

 

Maratona Advocatória dezembro 22, 2009

Filed under: Top — tuty @ 6:02 pm

Aí semana pa-passada a vida simplesmente parou pra ver Sofs e Faísca passarem. E que desfile, hum? Modelitos mil, sorrisos e efusividades também aos milhares… A mais pura felicidade, neam, estampada nas carinhas fucfucs das mais novas adEvogadas desse meu Brasil. Oi, justiça, a gente se vê poraqui. Precisava eternizar as reminiscências desses momentos aqui em Cotcha. Escrever uma resumidamente sucinta resenha fidedigna a todo aquele loosho… Hum… OMG! Mas simbora, pq, ao contrário de opiniões insanas ora desimportantes, eu me comprometo. Yes, we can. O sotaquinho do padreco da missa ganhou minha simpatia, os vestidos das gactas tbm — até pq, neh, Faísca, compartilhamos do mesmo ótimo gosto. Do papaizinho de Geraldo nem preciso falar, imagino. O pós-missa brilhou muito na Velvet-pós-Manni, com muitos amendoins, tiozão-de-colete intocavelmente frenético on the dancefloor, vários mincs diversamente desconhecidos, paparazzi, aparições não-reconhecidas em momentos derradeiros e McDonalds pra salvar o fechamento, com papos estimulantemente excitantes. Colação com Sofiazinha de oradora foi AUGE. O outro orador, tadinho, zero emoção em seu discurso minuciosamente decorado, ficou NACHÓN! Muitos balões, apitos e chororôs, presentinhos, cartinha e aligriiiiia. Lindo. Nesse clima de aventuras radicais, com essa galerinha do barulho, chega el bailito. Amigos, familiê, gentalha, pessoas vestidas de algodão-doce-de-griphe — thanks, mas prefiro meu humilde Caroline Won parcelado, do tamanho certo pra mim, com meu nariz original —, moçoilas de Björk-penas-de-ganso ou de oi-eu-sou-msm-baranga-e-vou-ganhar-sempre-mais-que-vc-prazer… Todo mundo lá, na fila do japonês! Eles e o Mickey Mouse, pronto pra dar o bote. Rolou estresse conjugal, pedido de desculpa de uma certa ex-milica horrorosa recalcada, tequileiros chacoalhantes, rolos safados de outrem, reencontros militares, pessoas desaparecidas, assim como dinheiros e máquinas com perninhas. Pós-baile foi — sorry, girls — tenso. Galerê reviveu casos irrevivíveis, comidinha tava geladinha, meu dinheiro perdido ainda pesava na burrice da consciência e talecoisalá. Piscina de bolinhas tentou salvar, mas, neam, eu já estava naquele vestido, com aquele salto e aquela trança-escorpião há bem mais de 12 horas. Meu mau humor matinal chegou sem nem ao menos a rejuvenescedora noite de sono — damn you, energético! Miriane, ao contrário, se afogou nas bolotinhas de tal maneira que tememos uma colorida asfixia. “Gente, fica quieto e tenta ver se as bolinhas tão se mexendo!” É. Após indignações das mais variadas, a volta pra casa foi mais relaxante. Anyway, Sofs, me casaria com vc naquele pregueado vestido bonina. Um outro alguém mais apropriado tbm, estou certa. E Faísca, Geraldo diria o msm a sua pessoa amarelamente radiante. Perdas e danos aside, valeram a espera, a ansiedade e o preparo mental. Faltou DJ Malboro, né, Sandra, mas tá valendo. Brilhou muito na organização, Pia, apesar de ter autorizado o dgidjéans a entrar. Tá bom, tá bom, coletinho de André, no formato do corpo desde o dia anterior, ficou digno. Lucas Anjos, com todo seu garbo e elegância, tbm dava um caldo. Então, mais uma vez, parabéns a vcs, amores. E que o desemprego não nos vença a todos pelo cansaço!